Pesquisar este blog

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

FIV - O desenvolvimento dos embriões e a transferência

Dia 13 (06/11) - Nova consulta e ultrassom. O líquido sumiu e o endometrio estava perfeito. Acho que eu tinha desencanado!
Dos 7 folículos aspirados, 2 estavam vazios e o restante tinha óvulos.
Depois da fecundação, 2 tiveram divisões anormais e não podiam ser transferidos.
Sobraram 3: 1 tipo B e 2 tipo C.
Huguinho, Luizinho e Zezinho

A transferência foi marcada para o dia seguinte.
Comecei a tomar progesterona em gel e adesivo.
Era a véspera do meu aniversário. Fui de taxi, sozinha.
Não levei o marido. Ele estava muito ansioso!
Cheguei as 11h na clínica. Vi uma foto dos embriões e me emocionei!
O médico perguntou: Vamos transferir 2 ou 3 embriões?
Deu um frio na barriga. Mas eu e meu marido pensamos que era a hora de arriscar.
É claro que não serão trigêmeos! Mas se vier gêmeos vai ser legal!
O procedimento é rápido.
É desconfortável ficar com a bexiga cheia. No ultrassom vi a transferência.
É muito legal! 3 pontinhos brancos.
Depois da transferência o médico aplicou crinone e fiquei 30 minutos deitada.
Finalmente esvaziei a bexiga! Que alívio!
O beta Hcg foi marcado para o dia 21/11.
O médico me orientou a ficar tranqüila por 7 dias, não fazer exercício, não pegar peso e não ter orgasmos :))
Peguei o taxi de volta e encarei um mega engarrafamento.
Fiquei de repouso o resto do dia.
Meu marido apelidou os embriões de Huguinho, Luizinho e Zezinho.
Adiei a festa de aniversário, mas os bebezinhos são o meu melhor presente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário