Pesquisar este blog

terça-feira, 4 de novembro de 2014

FIV - Fertilização in Vitro - A Decisão

Depois de descobrir que eu não conseguiria engravidar normalmente, adiei por mais de 2 anos a decisão de fazer a FIV.
Tive uma gravidez ectópica (nas trompas) em janeiro de 2012 e aderência na outra, causando um obstrução irreversível.

Na consulta com o médico descobri que eu estava lutando com o relógio.
Tenho 41 anos, um filho lindo de 5 anos e uma grande vontade de ter um segundo bebê.

Falamos sobre tudo, sobre riscos, gêmeos , chances, exames, síndrome de down, custos e saí de lá com uma lista de enorme de exames para o casal.

Demorou 2 meses para realizamos todos.

Com tudo pronto, na segunda consulta, descobrimos que a minha chance de engravidar com meus próprios óvulos era pequena, e tinha que ser urgente.
Recebi uma lista de remédios para comprar e quando a minha próxima menstruação chegasse, eu deveria ligar para o médico e começar as injeções.
Senti um frio na barriga e saímos de lá decididos.
O custo ia ser alto, entre 15 e 17 mil reais.
Se houvesse a necessidade de congelamento dos embriões, mais 2 mil reais e uma taxa de descongelamento.

A opção inicial era sem congelamento, para aumentar as chances.





Nenhum comentário:

Postar um comentário