Pesquisar este blog

sábado, 13 de março de 2010

O retorno ao lar

Enfim, recebi alta da maternidade!
Minha alta foi às 9h da  manhã, mas o Léo só recebeu alta às 14h.
Lembro de ter feitos as malas, juntado as flores e os presentes e ter ido para o carro.
Estranhamente, após o parto, meus pés e pernas incharam muito! No caminho de casa eu fui olhando pela janela e pensando: "E agora? Eu sou mãe.... e quem vai me ajudar?"
Por mais que eu tenha lido, nada na vida preparou para esse momento. Para piorar, o remédio para dor começou a perder o efeito. Eu cheguei em casa e não conseguia sentar de tanta dor na barriga. Meu marido saiu às pressas para comprar os remédios. E nessa hora, enquanto eu aguardava ele voltar, eu chorei. Chorei de dor e desespero! E essa vontade de chorar me acompanhou diariamente até o final do terceiro mês.

Sei que muitas mulheres passam por isso, mas ninguém fala. Chorei muito quando voltei para casa... e em todos os dias que se seguiram.
Mas fiz meu papel: coloquei o bebê no berço, liguei a babá eletrônica e me preparei para o minha nova carreira : mãe em tempo integral. Pelo menos nos seis meses da licença-maternidade!



Nenhum comentário:

Postar um comentário